domingo, 30 de setembro de 2007

Espiral

De Gustavo de Castro e Silva

Tudo volta atrás.

Até a pedra volta
a ser pó.

Até o pó
volta
a ser nada.

Até o nada
que não tem para onde voltar
volta
a algum lugar.

0 Comentários:

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial