segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Balanço do dia

Hoje andei tropeçando
trupicando
aleijando meus pés

Tive água salobra
para beber
e minha ficha para a Associação dos Poetas Malditos
foi negada
por falta de ritmo
em meio ao mormaço

Mas nada é tão grave
quanto esquecer de si

Hoje esqueci de mim três vezes

Em compensação,
Deixei nas dobras do bolso
pedaços de agonia

1 Comentários:

Às quinta-feira, agosto 30, 2007 , Blogger Grama disse...

Grande poema! Muito bom mesmo!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial