domingo, 2 de setembro de 2007

Contagens

De dois em dois dias
conto os degraus
o número de esquinas
a velocidade do vento
no Cais de Santa Rita
os sapatos azuis na multidão

Dia sim, dia não
levo meu safanão

A cada hora
penso no ritmo do sol
me consolo nos olhos de uma velha russa
escorada num poste de saudades

Nos minutos que me restam
invento uma caravela
que dá voltas no tempo
e planto mapas na ponta dos pés
para tropeçar com direção

3 Comentários:

Às domingo, setembro 02, 2007 , Anonymous Anônimo disse...

voce nao existe!

 
Às segunda-feira, setembro 03, 2007 , Blogger Samarone Lima disse...

eps, está provado que existo há 38 anos, aos trancos e barrancos.
sama

 
Às segunda-feira, setembro 03, 2007 , Anonymous Anônimo disse...

Sama:
Preste atenção - você existe há mais tempo... F.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial