terça-feira, 18 de julho de 2006

Fernando Pessoa, sempre...

"Pois que dure, ou que, durando,
volta, neste confuso mundo obramos,
e o mesmo útil para nós perdemos
conosco, cedo, cedo

O prazer do momento anteponhamos
à absurda cura do futuro, cuja
certeza única é o mal presente
com que o seu bem compramos.

Amanhã não existe. Meu somente
é o momento, eu só quem existe
neste instante, que pode o derradeiro
ser de quem finjo ser?"

Poema de Fernando Pessoa, deixada por Emília Miranda como presente, para o meu momento, creio...

2 Comentários:

Às quinta-feira, março 01, 2007 , Anonymous Anônimo disse...

Wonderful and informative web site. I used information from that site its great. Homeless kitchens hells kitchen wholesale silver cz ring aixam mac seat cover body and skin care Birch wood cabinets Buick stalling troubleshooting cholesterol lowering drugs Roy campanela pee wee reese baseball photo Removal tattoo technique Networked external hard drives Interior design course nz Buy cheap flat rate calling see homes kitchen sink light fixtures aster kitchen Mature sofa fuck hard drive recovery

 
Às quinta-feira, abril 26, 2007 , Anonymous Anônimo disse...

Best regards from NY! » »

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial