sábado, 29 de abril de 2006

Aprendizado

Samarone Lima

As flores me ensinaram
mais que os homens
as folhas mais que os livros
vaga-lumes me ensinaram mais
que todas as lâmpadas acesas

Os rios passaram em silêncio
e me ensinaram a deixar de lado
o sonho das margens

O mar imenso e inquieto
pôs a mão em meu coração

As estrelas apagadas
me deram o encontro
com minha noite

As flores mortas
me ensinaram a devolver o amor
que resvalou pelos olhos
e pelas pedras
aqui dentro

A folha me disse que algo sincero
como o equilibrio entre o vento
e o chão

Engoli vaga-lumes
e desvendei antigas trevas

Os rios secaram
acalmando minhas veias

O mar sereno pôs a mão
em meu coração
e pude chorar
transbordando meu cálice duro

As estrelas acesas
roçaram minhas pálpebras
e o que eu tinha de mais puro
adormeceu

2 Comentários:

Às sábado, abril 29, 2006 , Blogger Ana disse...

Aprendi que as palavras raramente me saciam...
Mas quando isto acontece, é uma delícia...

 
Às terça-feira, maio 02, 2006 , Blogger Maria Moura disse...

"Os rios passaram em silêncio
e me ensinaram a deixar de lado
o sonho das margens"

adorei isso.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial