segunda-feira, 10 de abril de 2006

Regras para um poema

Samarone Lima

Para escrever um poema
é necessário arrancar a tampa
das velhas feridas
mudar os dias
para chegar ao espasmo

É preciso ser instrumento inseguro
resvalar em todas as coisas
perder as chaves de casa
e o abrigo
aceitar as rasuras da alma
misturar duas xícaras
de queijo parmesão ralado
um copo de leite
forrar as forminhas
colocar o recheio
e levar ao forno.

2 Comentários:

Às domingo, abril 30, 2006 , Anonymous keila aquino disse...

Gostaria de ter esse dom... de expor a alma e escrever!!
Tem gente que não tem medo dessa exposição.

Os poetas... esses são especiais!!
Falam, enxergam, pensam, escrevem com a alma!!
Desnudam-se para o mundo...
Revelam o sentimento...
Expõem-se...
E nos expõe pra essa realidade.
Porque nós (os não poetas) as vezes esquecemos de nossos próprios sentimentos!!

Quem sabe, um dia, seus ensinamentos me façam arrancar a tampa das minha velhas feridas, perder as chaves de casa e aceitar as rasuras da minh'alma...

Um grande abraço Poeta!

 
Às sexta-feira, setembro 23, 2011 , Anonymous Anônimo disse...

Eu não entendi,pensei que iria me ajudar, mas só me deixou mais confusa

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial