segunda-feira, 3 de abril de 2006

Olhar

Samarone Lima

Olhar janelas fechadas
e ver mundos
pálpebras murchas como um couve velho

Olhar crianças tontas de alegria
caracóis mais rápidos que meu destino

Olhar mamilos entumescidos
ao lembrar da língua
percorrida há tantos anos
[pelo meu corpo

Olhar, sempre olhar
adubar os olhos
feitos de terra

Olhar, simplesmente olhar
abrindo os olhos
mais a cada escuro

Como quem procura
o próprio chão.

1 Comentários:

Às terça-feira, abril 04, 2006 , Anonymous Anônimo disse...

Poeta,

Mais do que ser criado com flores, pois no percusso da vida nem tudo são flores.É ter a dádiva de saber olhar, dizem que os olhos são as portas da alma. Quem se permite olhar o mundo e as coisas de diferentes modos, formas e cores, se refaz a cada dia, a cada instante, a cada segundo;cresce, muda, transforma, inventa, cria. A vida se renova sempre, levando consigo a leveza e a felicidade do olhar.

besos

Bianca

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial