quarta-feira, 30 de agosto de 2006

Tarefas

Por Samarone Lima

Varrer folhas não caídas
Queimar as cinzas em fogo brando
Plantar árvores crescidas
Amar novamente o amor nunca visto

Colher o fruto já comido
Rezar o silêncio de outro dia
Acender o olhar para a claridade muda
da noite

Germinar uma nova realidade
com palavras nunca pensadas
com o silêncio perdido
no canto da sala

como um brinquedo nunca comprado
do filho ausente.

3 Comentários:

Às sexta-feira, setembro 15, 2006 , Anonymous renildefragra disse...

Nas tuas iluminadas tarefas não tens mais tempo para a poesia? As tuas crônicas e as tuas poesias ajudam a saciar a minha fome de beleza e de significados. Nunca consegui esquecer a que falava de entregar "um tijolo de palavras" à amada. não sei se ela existe ou se mereceu o presente, mas foi uma das mais belas declarações de amor que já li. Eu, que também adoro as palavras e as suas profundas simbologias, uma vez escrevi um poema pensando na tua crônica sobre colocar azaléias na janela para chamar o ser amado, te envio, espero que gostes.

Separação

Sei que não sou de rezar,
mas meu coração ajoelhado
rega as flores da varanda,
sei que as azaléias são dele,
mas a água é dos meus olhos.

 
Às sábado, setembro 16, 2006 , Anonymous sama disse...

Renilde,estás coberta de razão.
vou cuidar de postar as poesias.
o teu poema ficou lindo.
samarone

 
Às terça-feira, setembro 19, 2006 , Anonymous Anônimo disse...

Renilde,

Te escrevo por que sei de ti e senti vontade de comentar sobre o que escrevestes. As vezes a inspiração do poeta, não necessita de existência e muito menos de merecimento. As palavras e a poesia saem da alma, quando lidas, como bem colocastes saceam fomes e provocam significados não apenas a inspiração, mas a todos que tiverem a oportunidade de tocá-las, senti-las e degustá-las esses sim, são merecedores.
Quanto ao poeta sabe que a matriz da inspiração, foi a primeira fonte, mas a manutenção das águas dessa fonte que fazem dela forte fazem parte de um todo, representado por um universo de pessoas, naturezas, coisas e fatos.
Que mantem essa fonte sempre forte, pura e profunda.

Um abraço afetuoso.

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial