quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Sete florações

Ensaio estar vivo em dezembro.
Arranho as mãos
nos pontos duros de tua pele.

Chegam sete florações
de tua parte mais íntima
em uma mesma tarde.

Sigo como a espuma
de todos os copos
na última noite de dezembro

(Embora seja fevereiro
em meu portão).

Princesa Isabel, 14.08.2009.

4 Comentários:

Às terça-feira, setembro 01, 2009 , Blogger Aivlis Sego disse...

lindo!

 
Às segunda-feira, setembro 28, 2009 , Blogger Renato de Morais disse...

É, lindo realmente. Um dia chego nesse patamar.

 
Às terça-feira, outubro 06, 2009 , Blogger Thaís Nóbrega disse...

vários admiradores! que alegria =))

 
Às terça-feira, outubro 27, 2009 , Blogger Josias de Paula Jr. disse...

Bonito pra danar, Sama! Me lembrou um poema de Tagore...

ps: Sama, só por esses dias soube que casaste com a moça do Barro Cru. Camarada, sua mulher escreve para burro! Aproveite sua condição de "autor consolidado" desta triste capital e ajude ela a publicar. Seria um favor a quem gosta da escrita nessa terra que não publica seus escritores...
Abração!

 

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial